Região do Algarve

Foi daqui que os Portugueses partiram ao encontro de outros povos e culturas no século XV… e é no Algarve que recebemos grande parte dos que nos visitam sempre com boa disposição. Até no clima, ameno e com muito sol ao longo de todo o ano!
 
E também com praias de excelente qualidade. Areais a perder de vista, limitados por falésias douradas, ilhas quase desertas que marcam a fronteira entre a Ria Formosa e o mar, ou baías pequenas, aconchegadas pelas rochas. O oceano em todos os tons de azul, quase sempre calmo e cálido, convida a banhos prolongados e à prática de desportos náuticos.
 
Há ainda a serra. Onde as pessoas vivem em harmonia com a Natureza e mantêm tradições que gostam de partilhar. E as cidades. Silves conserva vestígios do passado árabe e Lagos da época dos Descobrimentos. Mais cosmopolitas, Portimão e Albufeira vivem dia e noite cheias de animação. Faro é a porta de entrada da região e Tavira uma montra da arquitetura tradicional.
 
Para relaxar, muitos campos de golfe premiados internacionalmente. Ou vários tipos de tratamentos nos spas e centros de talassoterapia e nas Termas de Monchique. E hotéis, aldeamentos, resorts, dos mais simples aos mais sofisticados. Uma panóplia variada que tem em comum um gosto genuíno de bem receber.
 
Trilhos para seguir a pé ou de bicicleta dão a conhecer a região, como a Via Algarviana pelo interior ou a Rota Vicentina por um dos trechos de costa mais bem preservados da Europa. E os passeios de barco são outra forma ecológica de observar a fauna e a flora.
 
À mesa destacam-se peixes frescos e mariscos, grelhados ou em cataplanas. E os doces de amêndoa e figo… ou o licor de amêndoa amarga e a aguardente de medronho. São como que um pouco do sol do Algarve que podemos trazer connosco. 
 
CONCELHOS
 
O Algarve, região que apresenta como capital a cidade de Faro, compõe-se por 16 concelhos: Alcoutim, Aljezur, Albufeira, Castro Marim, Faro, Loulé, Lagos, Lagoa, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.
 
Cada área concelhia é um importante reduto turístico, potenciado através da beleza natural da paisagem algarvia – dividida entre a costa, a serra e o barrocal –, dos inúmeros equipamentos que suportam uma oferta heterogénea e das excelentes acessibilidades aéreas e terrestres, que permitem uma ligação constante do Algarve a outros pontos do mundo.
 
Região que encerra em cada município a historicidade de um inegável património cultural, o Algarve surge como o principal destino nacional, detendo também o lugar cimeiro na contribuição para os proveitos totais da actividade turística portuguesa.
Contacte-nos
Subscreva a Newsletter
o seu email
Concordo que os meu dados pessoais possam ser guardados e usados, para o envio de informação sobre os seus produtos e serviços. Saber mais »
x
O nosso website usa cookies para ajudar a melhorar a sua experiência de utilização. Ao utilizar o website, confirma que aceita a sua utilização. Esperamos que esteja de acordo. Política de Utilização de Cookies.